quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Apoiamos uma democracia verdadeira

A Tertúlia Liberdade irá participar nesta manifestação mundial. Vamos concentrar-nos em Lisboa junto ao Diário de Noticias no próximo sábado pelas 15 horas. Abaixo está o comunicado que iremos distribuir e que dá a conhecer as nossas posições.

POR UMA DEMOCRACIA VERDADEIRA JÁ

Hoje, 15 de Outubro, quando por todo o mundo, milhares e milhares de pessoas exigem uma verdadeira democracia, num regime de paz, com justo acesso aos bens produzidos, a Tertúlia Liberdade saúda tod@s os lutad@res que por cá e muitas outras cidades do planeta acendem um farol de esperança, num combate pela liberdade, dignidade, e justiça. Só haverá democracia quando houver livre acesso aos bens essenciais à existência e dignidade humana.

A todos os poderosos do capital e da política proclamamos: Estamos fartos da vossa crise, da miséria em que nos lançam para manter este velho e odiento sistema capitalista através dos nossos sacrifícios!

São vocês, que se arrogam como senhores do mundo, que empobrecem as populações, lançam milhões na miséria, fomentam o empobrecimento e as guerras. São vocês que se opõem pela força e pela propaganda, através do domínio e da opressão, à liberdade das populações, aos caminhos para uma nova vida, baseada no apoio mútuo e não no lucro e na ganância. São vocês que nos querem matar a esperança!

Queremos uma sociedade diferente, em que impere a solidariedade, a livre troca, a cooperação e entreajuda, em que os profissionais do embuste, políticos, capitalistas e seus propagandistas, sejam remetidos para o caixote de lixo da história.

Dizemos não às vossas falsidades e promessas ilusórias. São os capitalistas que precisam de nós, para nos explorar no trabalho e nos iludirem num consumismo ilusório e destruidor das pessoas e da natureza.

Dizemos Não à vossa pretensa democracia, fantasista e irreal. A democracia só será verdadeira quando for uma prática quotidiana em todos os aspectos da nossa vida, nas empresas, na escola e nos nossos bairros! Queremos associar-nos livremente para sermos senhores dos nossos destinos!

2 comentários:

Ricardo Amaral disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricardo Amaral disse...

Este texto faz todo o sentido nesta europa e em especial neste Portugal,no entanto faz falta chegar à maioria de pessoas que não acedem à internet e apenas acedem aos média tradicionais sendo assim programadas a reagir da forma que convem aos poderes estabelecidos,o resultado está à vista!